Dominando Mentes


Terminado metade do meu curso de psicologia, também terminou módulos relacionados a psicologia comportamental e de avaliação psicológica bem como testes psicológicos e dessa forma eu aprendi a avaliar com técnicas científicas comprovadamente válidas as mentes e o psicológico das pessoas e para nós do mundo BDSM uma coisa muito importante foi conhecer profundamente as técnicas do condicionamento através das teorias de Pavlov e Skinner, que para nós dominadoras está diretamente relacionada com disciplina e dominação.
Por outro lado, mudou para melhor e mais poderosa a dominadora Senhora do Castelo, que agora se divide em se preparar para ser uma psicóloga clínica e uma dominadora psicóloga, portanto eu agora passo ter uma postura diferente, não vou me permitir ficar discutindo o que é BDSM ou fetiches do ponto de vista teórico, pois aprendi que não é ético muito menos fazer diagnósticos e ficar divulgando o porquê deles serem assim ou não, isso somente dentro do consultório, com credencial, mas já falei que fiz juntamente com uma bancada um teste para meu uso pessoal, para poder utilizar eticamente em meus pretendentes a submissos, sem que comprometesse seus psicológico ou causar algum dano e falarei disso no final.
Voltando ao condicionamento, percebi que as pessoas são controladas mentalmente por uma dominadora através de técnicas que envolvem todo um aparato de conhecimentos e postura do doutrinador, portanto minha postura tem que inspirar controle absoluto em todos os passos do processo e quem se deixar ser doutrinado por mim, terá uma mulher mais silenciosa, que vai escutar mais e somente dar o suficiente. Não terão mais aquelas longas conversas filosóficas e divertidas como antes, terão sim uma escuta e o controle do desejo, na linguagem freudiana, libido. Sim, escravos, é isso mesmo, quando mais eu controlar seu prazer, quanto mais eu deixá-los em abstinência, mais controle eu terei em minhas mãos e isso significa justamente a proibição do orgasmo, possivelmente o cinto de castidade e, portanto, os candidatos a minhas cadelas casados, já advirto que serão descartados.
Por fim, quero dizer que apliquei meu teste psicológico experimental criado por mim com supervisão dos meus professores em seis “cobaias” com autorização de postar aqui, com seus apelidos, o que acharam e as opiniões deles sobre o resultado foram quase 100% assertivas. Uma pessoa apenas fez críticas ao teste em si, mas não ao seu resultado e por ele citar as perguntas do teste, não poderei postar tal crítica na íntegra, mas entre 6 pessoas, somente a Nany que criticou o teste “Achei que algumas coisas podem sim combinar comigo e muitas outras não. Conclusão com muitas descrições, pode-se logicamente ter graus de acertos e tbm de erros, natural” (Nany).
Os demais afirmaram que o teste acertou em cheio e, portanto, eu vou colocar apenas uma das opiniões para não ser repetitivo: “Parabéns Rainha! A Senhora conseguiu decifrar minha alma! Em nenhuma parte, posso dizer que passou longe! Fiquei orgulhoso da Senhora, que tanto se esforça em seus estudos, e hoje posso vivenciar que seu esforço não foi em vão! E eu que nunca dei muito ouvidos a essas coisas de " Psicologia", hoje dou o braço a torcer! Espero contar sempre com sua ajuda Psicológica e com sua presença, sempre tão marcantes! ” (Bruno Submisso).

Por Senhora do Castelo.